Hippie, boho, gipsy e folk

0 Love

As semanas internacionais chegaram ao fim e mapeamos as principais tendências 2021 que apareceram. Dentre elas, uma que eu amo e vira e mexe está presente nos meus looks: anos 70. É impossível falar da moda dessa década sem trazer à tona elementos icônicos como coletes, franjas, vestidos longos, estampas multicoloridas, florais, pasley, botinhas, popularizados principalmente em Woodstock (com pitadas de glam rock)… Na atualidade, eles fazem parte dos estilos boho, hippie e folk que, embora muito próximos uns dos outros, não são a mesma coisa.

Qual é a diferença entre os estilos hippie, boho, gipsy e folk?

Pode-se dizer que o estilo hippie é a “mãe” de todos esses outros movimentos estéticos, já que todos eles são, basicamente, o hippie com toques adicionais.

Hippie

No imaginário do senso comum, a imagem do estilo hippie pode ser considerada até caricata, de tantos elementos setentistas que o estilo concentra, incluindo até uma pegada relativamente desleixada, sem muito apego com limpeza. Por isso, atualmente, quase não fala-se nesse estilo puro, mas em suas versões atualizadas.

Hippie chic

É a versão atual e sofisticada do hippie. Aqui, não há nada de sujinho… todos os itens característicos do hippie dos anos 70 aparecem aqui, porém bem dosado e moderno. As palavras que melhor descrevem esse estilo são romântico e despojado.

Estilo Hippie Chic - Isabella Fiorentino

 

New boho chic

O resultado do mix da estética dos ciganos da região européia de Bohêmia, resgatada na década de 70, no bairro do Soho (Bohemian + Soho = Boho), em Londres, com o hippie da mesma década. Traz um quê de sexy e o marcada por tecidos fluidos, veludos, rendas, babados, chapéu redondo de aba grande e estampas de fundo escuro, especialmente florais. O mix de acessórios, principalmente em prata, são comuns: várias correntinhas, body chains, pulseiras e muitos anéis.

Estilo Boho Chic - Isabella Fiorentino

 

New gipsy

O hippie com toque cigano e indiano. Aqui são adicionados penduricalhos como medalhinhas, mini pompons e borlas, saias com bastante movimento – como as das danças ciganas e flamenco -, cores vivas e metalizados, bordados e estampas de flores maiores e pasley.

Gypsy Style - Isabella Fiorentino

 

New folk

Podemos dizer que esse é “hippie rural”, com um toque de indígena americano também. Suas principais referências vêm de fazendas texanas e tribos do deserto dos EUA, como botas, franjas, fivelas, penas, couro camurça, tons terrosos e árido e estampas geométricas. É o menos romântico e coloridos de todos os dessa família de estilo.

 

Apesar de bastante despojado, esses estilos originários do hippie, que têm tudo a ver com moda étnica (clica e veja o que é moda étnica), são muito versáteis e funcionam muito bem nas mais diversas situações inclusive em eventos mais formais, como casamentos. Tudo vai depender de como os elementos são misturados. Que tal adicionar essa pitada étnica no seu estilo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda