Feliz Páscoa

0 Love

Páscoa uma festa Cristã de origem Judaica.

Tanto para a tradição judaica como para a cristã a Páscoa tem o sentido de Libertação.

 

Sua origem

Pessach – Festa da libertação dos filhos de Israel e da união entre Deus e seu povo.

Em memória ao povo judeu, celebra a travessia do Egito da escravidão para a liberdade no ano 2.448 a.C.

Foi a libertação de um povo escravo, para transformá-los em pessoas livres e possuidores de esperança.

A festa se inicia na primeira lua cheia do outono no hemisfério sul. (neste ano teve início no dia 25 de março)

 

Páscoa Cristã – Tempo de fé e de esperança

A Páscoa deixa de ser uma celebração ligada ao povo judeu e passa a ser:

A travessia de Cristo pela Morte e Ressurreição não somente para o povo cristão, mas para toda a humanidade.

 

Celebra a Ressurreição de Jesus Cristo depois de sua morte por crucificação na Sexta Feira Santa do ano 30 ou 33 d.C. que pode cair entre 21 de Março e 25 de Abril.

Representa a libertação de todas as escravidões aos que buscam paz, dignidade, liberdade, saúde, justiça e fraternidade.

 

A semana que antecede a Páscoa é considerada como Semana Santa e tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém onde se inicia o seu sofrimento…

 

“Na Quinta feira Santa Jesus Cristo com seus discípulos celebra a última ceia acompanhando o ritual da festividade judaica.

A relação de Jesus com seus discípulos era encorajadora, não deixava que pensamentos negativos perturbassem suas mentes.

Jesus lhes revelou um novo mandamento ‘amai-vos uns aos outros, como eu vos amo’.

Depois dessas palavras saiu com seus discípulos.

Nesta noite Jesus sentiu enorme tristeza, uma angustia suprema tomou conta de sua fragilidade humana.

Sempre soube o que o aguardava, mas a hora fatal havia chegado.

Seus inimigos iriam fazê-lo passar por longas torturas de vergonha e dor…

Submeteu-se a provocações, ofensas e agressividades por amor…

Por um amor que excede o entendimento.”.

 

Jesus passou 30 anos de sua vida intensa e real de forma grandiosa.

Tudo lhe aconteceu, perseguições, sofrimento e morte, mas ele venceu e com sua Ressurreição fez também renascer o seu povo para que tivesse vida plena e abundante de amor.

Sua Vida e sua Morte conquistam os homens para a bondade e amor aos semelhantes.

A Cruz tornou-se o símbolo do Triunfo do Amor sobre o Ódio, num apelo supremo do que há de melhor no interior de cada pessoa.

 

Depois de sua morte na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro onde permaneceu por três dias.

Na manhã de Domingo, Jesus saiu do sepulcro quando seu Espírito e seu Corpo foram reunificados.

Como um homem mortal entregou a vida, experimentou a morte, para depois retomá-la pela Ressurreição.

 

Jesus Cristo ensinava continuamente que as pessoas precisavam de transformação; aprender a se desarmar de sua rigidez.

Plantou sementes nos corações com uma esperança surpreendente de que germinassem…

 

Agora se dissipa a análise ou a necessidade de se identificar com esta mensagem.

O importante é assimilar de forma livre – estar nesta vida amando ao próximo como a si mesmo.

 

A Luz da Ressurreição ilumina o mundo dando forças para prosseguir!

Estamos juntos nesta experiência.

 

FELIZ PÁSCOA!

Jane

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda