Comer fora de casa

0 Love

Muitas pessoas, por diversos motivos, se veem obrigadas a comer fora de casa, com frequência em restaurantes.

Fiquem atentos: essa opção pode levar a um desequilíbrio nutricional, assim como ao aumento de peso.

Opte por pratos simples de serem preparados.

Evite as carnes muito gordurosas ou com muito queijo.

Peça a salada sem condimentos e com o molho à parte.

 

O custo de comer fora de casa

Na média dos restaurantes, costuma-se gastar:

  • R$ 15 em um prato
  • R$ 5 com bebida
  • R$ 4 com sobremesa
  • R$ 2 com o cafezinho

Isso pode fazer o gasto total de cada refeição chegar a R$ 26!

 

Sugestões para montar o seu cardápio

Aprenda a selecionar os pratos mais adequados ao seu gosto, incluindo:

  • Verduras
  • Proteínas
  • Cereais
  • Legumes
  • Pão
  • Frutas
  • Iogurte – que substitui os doces

 

Evite radicalismos, cortando os carboidratos ou as proteínas.  Carboidrato não é vilão; trata-se de fonte de energia e não deve ser retirado da alimentação diária.

 

Cardápio para comer em restaurante

 

1)

Primeiro prato: salada.

Segundo prato: carne ou peixe com cereais.

Sobremesa: fruta ou iogurte.

 

2)

Primeiro prato: macarrão ou arroz.

Segundo prato: carne ou peixe e vegetais.

Sobremesa: fruta ou iogurte.

 

Preparando a marmita

Preparar sua marmita para levar ao trabalho com alimentos frescos e nutritivos estimula sua criatividade e habilidade na cozinha, respeita sua saúde e é quase uma necessidade econômica!

Existem no mercado modelos de marmitas térmicas com divisórias para cada alimento.

Pode-se usar recipientes que serão transportados em mochilas e bolsas, para alimentos que não precisam de refrigeração.

Na chegada ao trabalho, mantenha a comida na geladeira, se não for possível a sacola térmica. E não esqueça dos talheres!

 

Método para aquecer os alimentos

Cuidado ao esquentar a marmita de plástico, alguns plásticos contêm substâncias tóxicas.

Prefira colocar a comida em um prato antes de levá-la ao micro-ondas.

A marmita mais recomendável é a de vidro, que pode ir ao forno convencional e ao micro-ondas, além de ser fácil de lavar e não ficar com o sabor residual de outros alimentos.

No fogão, esquente em uma panela ou em banho-maria.

Se, na hora de aquecer, o prato estiver seco, um pinguinho de água dará a textura ideal.

Evite a intoxicação alimentar: as marmitas devem ser bem higienizadas antes e depois de receber o alimento.

 

Alguns lanches valem por uma refeição!

Para transportar, eles podem ser embrulhados em papel alumínio, colocados em um potinho com tampa ou fechados em saquinhos de freezer.

 

Sanduíche gostoso e diferente com tofu (vale experimentar)

Bata no liquidificador ou amasse com um garfo (se necessário, june um pouquinho de água para a consistência):

1 tofu (queijo de soja rico em proteína vegetal).

3 colheres sopa de azeite.

Um punhado de salsinha e cebolinha.

Adicione:

3 cenouras pequenas raladas.

1 dente de alho (sem o miolo interno).

Algumas azeitonas picadas.

Verifique o sal.

Conserve na geladeira, e coloque no pão sempre que desejar.

 

Queijo com ervas

Um queijo branco pequeno.

Salsa e cebolinha bem picadas, folhinhas de alecrim.

1 tomate picado sem as sementes ou 2 tomates secos.

Sal a gosto.

Azeite.

Folhas de alface, escarola, rúcula…

Amasse o queijo com um garfo e misture os outros ingredientes.

Coloque sobre as folhas e acompanhe com pão sírio, francês ou integral.

 

Um bom prato de salada!

– Com folhas, tomate, pepino, rabanete, abobrinha crua fatiada, grãos como quinoa e milho (cozidos), pedacinhos de queijo bolinha, azeitonas, torradinhas.

Pode acrescentar a coalhada seca com pão sírio.

 Outros exemplos:

– Salada de grão de bico com cenoura e azeitonas.

– Salada de macarrão com legumes cozidos.

 

Prepare o tempero e leve-o em um vidrinho tampado:

Use vinagre de maçã, azeite de oliva, ervas aromáticas – hortelã, salsinha, manjericão.

Evite molhos à base de maionese ou creme de leite.

 

Lanchinhos para beliscar no meio da manhã e no meio da tarde

  • Frutas secas: ameixa, damasco, tâmara, nozes, avelã, castanha.
  • Frutas frescas (embrulhadas em papel ou colocadas dentro de potinhos fechados): uva, maçã, goiaba, kiwi, banana, pera, melão ou melancia em pedacinhos, ameixa.
  • Uma fatia de bolo.
  • Torradinha integral.
  • Iogurte.
  • Granola.
  • Legumes em pedaços: cenoura, aipo, pepino.

 

Cuidado para não cozinhar demais os alimentos; eles podem terminar o cozimento quando forem aquecidos.

 

Opções de almoço para fazer na véspera

– Lasanha de berinjela.

Ingredientes:

Algumas berinjelas (2 ou 3).

1 colher de sopa de sal.

1 cebola ralada.

2 colheres de azeite.

1 kg de tomates picados (ou 1 lata de tomate pelado).

Folhinhas de manjericão fresco.

Queijo fresco.

Queijo ralado.

 

Preparo:

Descasque e fatie a berinjela.

Coloque em uma panela com água e sal.

Leve ao fogo e cozinhe por 4 minutos.

Escorra a água e reserve.

Refogue a cebola no azeite, acrescente o tomate e deixe no fogo até apurar.

Junte sal a gosto e o manjericão.

Em uma forma pequena, coloque uma camada de molho, uma de queijo e uma de berinjela.

Por último, polvilhe com queijo ralado e leve ao forno por 5 minutos.

 

  • Arroz com feijão ou lentilhas acompanhado por legumes refogados.
  • Panqueca vegetariana.
  • Purê de batatas com molho de tomate e mussarela ralada.
  • Purê de mandioquinha com cenoura.
  • Macarrão com brócolis alho e óleo.
  • Macarrão com berinjela temperada com tomate, cebola e manjericão.
  • Macarrão com legumes e molho branco.
  • Macarrão com molho de tomate e queijo fresco ralado.

 

Sobremesa: fruta, iogurte, ou uma bela fatia de queijo branco com goiabada.

 

Terminada a refeição, lave bem a marmita com água e sabão.

E faça bom proveito!

 

Abraços,

Jane Fiorentino

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Jane Fiorentino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda