Sobre Alimentação

0 Love

Ainda não se pode prever as consequências dos erros alimentares que estão sendo colocados à nossa disposição pelos melhores meios de comunicação, desde produtos infantis a dietas miraculosas de emagrecimento.

 

Durante a juventude, quando a vitalidade está em seu nível alto, muitas vezes a doença é superada.

 

Conforme as forças e resistências do corpo diminuem com a idade, permitimos, mesmo inconscientemente, que certos males se instalem, devido ao consumo de produtos industrializados, enlatados, congelados, prontos, desnatados, light, diet etc.

 

Dentro do possível, devemos fazer uma transição gradativa, renovando nossos hábitos à medida que o corpo vai se desintoxicando.

 

Entre as diversas linhas de alimentação, escolhemos aquela a que mais nos adaptamos

 

São oito sistemas de alimentação, desde o mais grosseiro, que deixa maior a quantidade de impurezas acumuladas, terminando com o que é mais puro.

 

1- Carnivorismo/carnicerismo

No carnivorismo a alimentação é constituída somente de carnes: o animal mata a presa e come a carne ainda quente.

No carnicerismo a carne é comida quando atinge o estado de putrefação, como no caso do abutre.

 

2- Onivorismo

No onivorismo, come-se de tudo: carnes, vegetais e até o que não é alimento – produtos químicos industriais.

Ex: porco, avestruz e homem.

 

3- Macrobiótica

A macrobiótica é basicamente cerealista, usando cereais integrais e abolindo o uso da carne bovina.

Os cereais são considerados alimentos equilibrados, e o arroz integral o alimento perfeito.

Utiliza-se também frango, peixe, legumes, verduras cozidas, frutas em doses pequenas e poucos laticínios.

 

4- Ovolactovegetarianismo

Nesse sistema qualquer tipo de carne é eliminado.

A alimentação é constituída de frutas, hortaliças, cereais, produtos lácteos e ovos.

 

5- Lactovegetarianismo

São utilizadas frutas, cereais, hortaliças e produtos lácteos, sem os ovos.

 

6- Vegetarianismo puro

São utilizadas frutas, hortaliças e cereais.

Os vegetais podem ser crus ou cozidos, temperados com condimentos vegetais.

Não é consumido qualquer produto de origem animal.

 

7- Naturismo

Consume-se somente hortaliças, cereais e frutas em sua forma natural, sem cozimento ou sal.

 

8- Frugivorismo

É a forma mais sutil de alimentação, baseada somente nas frutas.

Além de não deixarem qualquer resíduo no organismo, as frutas têm alto poder depurativo.

 

 

Existem estudos propondo que somos mais herbívoros do que carnívoros, observando a dentição, o tubo digestivo e o próprio instinto humano.

 

O corpo pode ser purificado de dentro para fora, e eliminar as toxinas da carne pode ajudar muito.

 

 

Em qualquer linha de alimentação existem algumas regras gerais:

 

Agradeça o alimento.

– Iniciar o dia tomando o suco de um limão espremido em um copo de água é recomendado.

– Procure jejuar quando sentir que o corpo pede descanso.

Coma somente quando sentir fome. A fome é um aviso do corpo de que o processo digestivo está se preparando.

Coma com moderação. É importante sair da mesa com um pouco de fome, e nunca com o estômago cheio. Quando se inicia o processo digestivo, o resto de fome desaparece.

– Não beba líquidos em excesso junto com a comida, principalmente os gelados.

– Utilize na comida gengibre ralado: ajuda no metabolismo dos alimentos e na boa digestão.

– Coma com tranquilidade, sentindo o sabor do alimento. Não em frente à TV, em pé, andando, lendo, falando ao celular etc.

– Evite preocupações, tensões, discussões, brigas…

– Quando estamos preocupados ou nervosos, as emoções fortes paralisam o sistema digestivo.

– Use uma postura correta. Com a coluna vertebral encurvada, o estômago é pressionado, dificultando a digestão.

– Faz bem uma pequena caminhada após as refeições.

– Comer grandes volumes de comida no mínimo duas horas antes de dormir prejudica o sono. Ao deitarmos o metabolismo fica mais lento, retardando o processo digestivo.

– Procure deixar as bebidas estimulantes, como café, chá preto e chá verde, para o dia. Use chás como camomila, erva-doce, erva-cidreira e melissa para melhorar o sono.

– Mantenha-se saudável com exercícios físicos, alternância entre trabalho e descanso, e uma alimentação consciente.

 

Um futuro sustentável em nosso planeta depende também das nossas escolhas alimentares.

 

Muita saúde e paz a todos os que trabalham em união com o bem.

 

Abraços,

Jane Fiorentino

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Jane Fiorentino.

Comentários

  1. lUANA 31 de outubro de 2013 at 11:05
    Responder

    Obrigada dona Jane mais uma vez pelas dicas!!! um bjo em seu coração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda