Moda Sustentável

0 Love

Antes de falar de moda sustentável, vamos entender o que é sustentabilidade, ou seja, a capacidade de sustentação ou conservação de um processo ou sistema. Sendo assim, seu desenvolvimento tem como objetivo a preservação do planeta e atendimento das necessidades humanas.

 

Tripé da Sustentabilidade

É baseado em três princípios: o social, o ambiental e o econômico. Esses três fatores precisam ser integrados para que a sustentabilidade de fato aconteça.

  • Social: Engloba as pessoas, bem como suas condições de vida.
  • Ambiental: Refere-se aos recursos naturais do planeta e a forma como são utilizados.
  • Econômico: Relacionado com a produção, distribuição e semelhantemente o consumo de bens e serviços.

 

Moda sustentável

A forma com que os produtos são consumidos são a chave da mudança por uma moda mais sustentável. Aliás, o consumo excessivo das pessoas traz um preço oculto para o meio ambiente e para os trabalhadores da cadeia de produção. Quanto mais as pessoas querem consumir, mais se demanda trabalho extra para produção em massa dos produtos. Portanto, é uma responsabilidade de todos.

A relação entre moda e sustentabilidade visa, além de minimizar o impacto ambiental, ser responsavelmente ético em toda sua cadeia de produção

A responsabilidade de um consumo consciente é tanto da confecção quanto do consumidor. Por isso a transparência da marca em comunicar de onde as roupas vieram, quem as fabricou e em que condições é cada vez mais importante. Para que assim o seu consumidor possa fazer escolhas cada vez mais sustentáveis.

 

A roupa mais sustentável é aquela que já existe

Por isso que garimpar em brechós virou uma alternativa para fazer a economia girar de um jeito consciente. Assim como os sites de aluguel de roupas e acessórios, e as oficinas de roupas, para as que você já tem no armário.

Marcas que comunicam seu processo de produção demonstram que o valorizam e como consequência atraem consumidores que adotam este estilo de vida.

Além de utilizar o tripé da sustentabilidade, a confecção deve produzir peças em que o design e funcionalidade favoreçam o uso duradouro.

O resgate às técnicas de costura manuais e outras práticas artesanais, além de agregar valor às essas peças, afirmam a identidade cultural de cada região.

 

Isabella Fiorentino usa roupa de brechó

Este look veio de um brechó, acredita?

 

Como construir um ciclo produtivo sustentável:

  1. investimento em matéria prima sustentável
  2. uso eficiente de água (use água de reuso)
  3. adequação à força de trabalho
  4. reciclagem de resíduos

 

Slow fashion

É um movimento que visa resgatar o valor das roupas e evitar o descarte e o consumismo. Ele preza a qualidade ao invés da quantidade.

Esse termo surgiu no começo dos anos 2000 e tem como proposta ter menos roupas nos armários. Somente peças que realmente valem a pena usar e reaproveitar.

 

Eco friendly

Neste contexto, é o público da moda sustentável e são pessoas bem conscientes dos seus hábitos de consumo. São bem críticos pois, valorizam muito além da modelagem e beleza de um produto

Para eles, o mais importante é o respeito à ética e sua relação com a natureza e com as pessoas.

 

Gostou? Então siga o Instagram da Isabella Fiorentino para mais dicas.

Comentários

  1. Ana filhinha de oliveira Lourenço 26 de maio de 2020 at 13:27
    Responder

    Eu preocupo com meio ambiente eu faço reuso de água da máquina guardo pra lava quintal e guardo água de chuva também numa caixa bem fechada coloco água sanitária, mesma coisa com alimentos a sobra sempre guardo recipiente bem fechado na geladeira e uma coisa faço outra evito desperdício

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda