Educação à mesa

0 Love

A educação se põe à mesa, principalmente quando se está em companhia da família e de pessoas queridas.

A refeição, além de saborosa, deve proporcionar momentos de confraternização e serenidade.

Assuntos delicados devem ser evitadas durante uma refeição:

Doenças, suas próprias e de outras pessoas, intrigas, falar mal de terceiros, violência, acidentes, assuntos grosseiros, política, futebol. Esses assuntos trazem ansiedade, alteram o ritmo da respiração e dificultam a digestão.

Na refeição, não fale alto, nem com um entusiasmo exagerado ou um otimismo excessivo.

Não se coloca sobre a mesa celulares, agendas, chave do carro…

Não se brinca com a comida como fazem alguns youtubers…

E não se joga comida fora!

 

Preparando a mesa

Não é privilégio de uma classe social elevada ter uma mesa bem colocada, com a toalha limpa e arrumada com capricho.

Quando o número de pessoas não permite que todos se sentem à mesa, as travessas com a comida devem ser colocadas na mesa, numa ponta dela posicionando os pratos empilhados, copos, talheres e guardanapos.

 

Como dispor os talheres

– Os talheres são dispostos de acordo com a ordem que serão utilizados; de fora para dentro.

– As colheres e facas à direita, com o fio para dentro, e garfos à esquerda.

– Talheres de sobremesa acima do prato; a colher com o cabo voltado para a mão direita e o garfinho abaixo dela com o cabo à esquerda.

– Os copos ficam acima do prato, da metade para a direita.

– O guardanapo deve ser colocado sobre o prato ou do lado esquerdo dele. Não deixe o garfo por cima.

– Não coloque na mesa paliteiros; não se palita os dentes à mesa!

– Não se deixa de atender ao primeiro chamado de que a comida está servida, para que o tom de súplica não aconteça: venham comer!

– A refeição deve ser tranquila.

– Mantenha o bom humor!

– Não seja o primeiro a se servir; espere que boa parte dos que participam estejam servidos.

 

Boa postura

– As mãos devem estar limpas durante a refeição.

– Sente-se corretamente e não separe os joelhos, as costas não devem estar curvadas inclinando-se para o prato.

– Não coloque os cotovelos sobre a mesa; apenas as mãos e os punhos podem apoiar-se sobre a mesa enquanto come. Usa-se ambas as mãos no momento de cortar a carne; depois, a mão esquerda pode se manter no colo ou com o pulso sobre a mesa.

– Não balance a cadeira, inclinando-se para trás.

– Não afaste a cadeira para cruzar as pernas, colocando o tornozelo sobre o joelho da outra perna.

– Se houver guardanapo de pano, antes de começar a comer, coloque-o aberto sobre as pernas.

– Coma apenas com o garfo, deixando a faca à espera sobre o prato em diagonal, só para cortar algum alimento. Para juntar o alimento, nunca!

– Não brinque com os talheres nem amasse miolo de pão.

– Não se corta o pão com a faca nem com os dentes; separe um pedaço de pão com as pontas dos dedos e leve-o à boca.

– Não se inclina o prato para tomar o resto da sopa.

– Não se mistura toda a comida do prato.

– Não fale com a boca cheia.

– Não mastigue com a boca aberta, nem faça barulho ao mastigar.

– Use poucas palavras e frases curtas quando tem comida na boca.

– Não se coloca sobre a toalha da mesa o talher que usou; o garfo deve ser virado para baixo, à esquerda do prato, e a faca à direita em diagonal.

– Não use seus talheres para se servir dos alimentos das travessas.

– Sirva-se sem remexer a travessa para ficar escolhendo pedaços que lhe agradam mais.

– Se, ao provar um alimento, não gostar, coloque-o em seu prato discretamente, sem fazer nenhum comentário.

– Não passe alimentos do seu prato para outra pessoa, nem bebidas de um copo para outro.

– Se quiser algo fora do seu alcance, peça-o, e não passe o braço na frente dos outros para pegar alguma coisa.

– Não precisa encher muito o seu prato; se quiser, pode repetir à vontade. Verifique porém se todos já se serviram.

– Não se corta todo o alimento de uma só vez.

– Não sopre os alimentos à mesa.

– Coma com garfadas pequenas, sem comer rápido demais.

– Quando for se servir, antes de levar o alimento à boca, coloque-o em seu prato.

– Se numa refeição for oferecido uma bebida e você não quiser, responda apenas “não, obrigado”. Ao recusar, jamais cubra o copo com as mãos.

– Não coma com ansiedade: só se coloca mais comida no garfo depois que se terminou de mastigar.

– Se colocou algo na boca impossível de mastigar, tire com a ajuda de um garfo, deposite no prato e cubra com outro alimento.

– Se derramar vinho na mesa, seque com o seu guardanapo.

 

Final da refeição

– Não se empilham pratos sujos após as refeições; eles devem ser levados um em cada mão.

– Não se faz comentário negativo sobre a comida, nem comparações desfavoráveis entre o que é servido; pode-se elogiar a comida discretamente, sem bajulação.

– Pode se oferecer para ajudar após a refeição levando algum prato ou lavando a louça. Nada pior do que dizer: “Olha, se precisar de algo estou aqui!”

Para que uma refeição chegue a um bom final, é necessário mais que boas maneiras: é preciso que o respeito e a educação entre todos seja levado a sério!

 

Abraços,

Jane Fiorentino

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Jane Fiorentino.

Comentários

  1. deolanda 21 de fevereiro de 2018 at 11:20
    Responder

    A minha mãe sempre pedia para ficarmos alertas com a etiqueta a mesa. E sempre bom recordar.

  2. umbelina sousa santos 25 de fevereiro de 2018 at 22:26
    Responder

    amei, mais agora faz em vídeo…visualizando é bem melhor.
    bjs
    Bel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda