Dor no Ciático

3 Love

Primeiramente, precisamos saber identificar se as dores que sentimos são realmente no nervo ciático. Uma boa maneira que aprendi com um ótimo fisioterapeuta que trabalhou comigo é deitar num piso plano de barriga para cima com as pernas totalmente estendidas, como na imagem abaixo:

Depois, eleve a perna do lado que sente a dor, flexionando apenas o quadril, num ângulo de mais ou menos 45 graus, como mostra a imagem:

Se começar a doer no glúteo, na coxa ou até mesmo no pé com uma sensação de fisgada ou ardência, chegando até a sentir uma queimação localizada, você provavelmente está com o nervo ciático inflamado!

Normalmente se faz uso de medicamentos, porém o ideal é tratar com exercícios, pois o repouso absoluto também não é benéfico, como ficar deitado ou sentado o dia todo enquanto estiver com dor. É preciso estimular, mesmo que de forma vagarosa.

Mesmo com dores (a não ser que seja MUITA dor), recomenda-se alongamentos. É importante dizer que, mesmo que a dor seja apenas de um lado, deve-se alongar sempre as duas pernas. Vamos a eles:

É importante fazer três a quatro vezes cada exercício, durante 30’’ cada um. A sequência pode ser repetida de uma a três vezes ao dia. Se você estiver com mais dor, faça somente uma vez ao dia!

Quando a dor diminuir bastante, é hora de começar exercícios de fortalecimento, principalmente o core (região abdominal, lombar e toda essa área).

Nosso próximo post será justamente direcionado aos exercícios específicos para a região. Fique de olho!

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Rapha Fiorentino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda