Corpo e Alma

0 Love

Quando começarmos a compreender melhor nossa vida, iremos construindo uma ponte mais sólida entre o nosso interior e o exterior, o espiritual e o físico.

São nossos hábitos, pensamentos e sentimentos que criaram as barreiras que têm obscurecido nossa verdadeira natureza.

 

Há o conceito religioso de que Deus fez o homem a partir do elemento terra…

 

“Deus formou o homem do barro da terra, e inspirou-lhe nas narinas um sopro de vida, e o homem se tornou um ser vivente”

Gênesis, 2 

 

Esse conceito se aproxima dos estudos da biologia, de que a composição orgânica dos seres vivos segue a mesma composição orgânica da terra:

  • 72% de água
  • 14% de carbono
  • 9% de hidrogênio
  • 5% de nitrogênio
  • 3,5% distribuídos em pelo menos 15 elementos, como cálcio, potássio, enxofre, sódio, iodo, cloro, zinco etc.

 

A ciência confirma que a terra que produz alimentos é a mesma dos seres vivos e do ser humano!

 

Todo ser vivo possui alma.

 

Só o ser humano ganhou uma alma eterna quando Deus soprou o espírito em suas narinas.

 

 

Estejamos dispostos a ampliar nossa visão

 

O homem é formado por corpo, alma e espírito.

 

O corpo é sua parte material e perecível, que cessa de existir com o fenômeno da morte.

 

A alma é o princípio da vida. Com ela se relacionam o intelecto, a personalidade, a vontade e a nossa inteligência, usando os sentidos físicos para se expressar.

 

O espírito, embora receba impressões do corpo e da alma, também é capaz de receber conhecimento espiritual diretamente de Deus – uma comunhão espiritual que ultrapassa o raciocínio da alma.

 

 

É preciso desprezar o corpo para elevar o espírito?

 

O espírito e o corpo tem sido vistos como opostos e irreconciliáveis, mas a vida no corpo e a vida no espírito devem estar em harmonia.

O problema acontece quando buscamos a felicidade unicamente na vaidade pessoal e nas coisas materiais.

Os bens materiais podem ser bons e até necessários. O erro está em supervalorizá-los!

Cuidar do corpo é uma felicidade relativa.

Cuidar do espírito é uma felicidade absoluta!

Cuidar do corpo não quer dizer cultuá-lo.

Tudo deve ser feito sem exageros… para não se tornar uma pessoa exibicionista, alimentada pela própria vaidade.

 

 

Como manter o equilíbrio em necessidades tão diferentes? 

 

O essencial é ter equilíbrio e dar a cada um o seu devido valor.

O espírito sustenta nossa vida física e espiritual.

Tenhamos coragem para viver os dois, desejando aprender sempre mais e ter conhecimento.

Cuidar do espírito exige dedicação e o entendimento de que ele é o único que permanece.

Cuidar do corpo, sabendo que ele é um reflexo do que existe dentro de nós. Ter uma aparência harmoniosa reflete uma pessoa de vida interior saudável, em sua alma, mente e coração.

 

 

A vida no espírito

 

O espírito é a parte do homem que possui ligação com o mundo espiritual, e que o leva à presença de Deus. Essa ligação acontece quando oramos.

O espírito foi a dádiva que Deus soprou nas narinas do primeiro ser humano da criação, e a vida espiritual representa sua natureza maior.

Rege de modo elevado o seu caráter, tentando transformá-lo na verdadeira imagem e semelhança de Deus, a fim de que possa cumprir sua missão com dignidade.

Cuidamos do espírito pelos bons sentimentos, boas ações, boa conduta e principalmente através da oração.

 

Agradeçamos: 

 

“Sede bendito, meu Deus, por me haverdes feito de modo tão extraordinário!

Agradeço por ter me criado pelo jeito que sou, perfeito a teus olhos!”

Oração do Salmo 138

 

 

A vida no corpo

 

O corpo é a parte visível que nos permite habitar no mundo físico. Ele funciona para que nos comuniquemos.

Também necessita de cuidados para funcionar bem e garantir a vida, por meio da alimentação, da higiene etc.

Dentro do possível, devemos manter a saúde física, ajudando a retardar a deterioração precoce do corpo e conter os malefícios que o prejudicam.

O corpo tem seus limites e deve ser respeitado.

Trabalhamos e descansamos!

É preciso estar atento para a alimentação, uma vez que o corpo expressa claramente todos os nossos exageros.

Temos raciocínio e lógica para discernir, e sentidos para perceber o quanto nos prejudicamos pelos abusos. Somos responsáveis por tudo que acontece com o corpo, de bom ou ruim!

 

Precisamos descobrir o que gostamos de fazer para o corpo ficar mais saudável e flexível.

 

Não façamos exercícios que desagradem e façam sofrer, embora possamos ultrapassar um pouco do limite confortável.

Caminhar, correr, nadar, pular corda, alongamentos, musculação com pouco peso… sem esquecer de cuidar da postura!

O nosso corpo é a casa onde moramos. Sintamos prazer em morar nessa casa!

 

 

Vamos nos preservar!

 

Tenhamos bons sentimentos!

Bons pensamentos, boas intenções, boas ações…

 

A vida é uma dádiva de Deus!

 

As pessoas que buscam esse conhecimento são induzidas a cuidarem da saúde do corpo, da alma e do espírito.

 

Abraços,

Jane Fiorentino

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Jane Fiorentino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda