Psicologia das cores

0 Love

As roupas que você usa, as combinações que faz, os acessórios que escolhe, as formas, as cores… tudo isso reflete muito do que você é e como está se sentindo. Será que você está passando a mensagem que gostaria? E não é só como as outras pessoas te veem, não. É sobre como o seu look afeta, inclusive e principalmente, você mesmo, como pode impactar seu humor, mudar seu dia! Aí, entra a psicologia das cores, que têm um papel importantíssimo nisso.

Talvez você até já tenha passado pela experiência de não estar num dia muito bom, acordar com uma certa indisposição, de mau humor e escolher em algum look cinza, preto ou de cor bem apagada para se jogar no sofá ou para deixar claro para as pessoas ao seu redor que você não está para papo. E em dias mais alegres, sentiu-se inspirada para usar cores mais alegres, vivas, estampas coloridas e florais, por exemplo. Pois é… a psicologia das cores é real e nós podemos usá-las a nosso favor não só para potencializar o que sentimos, mas também para mudar o estado de espírito.

 

Psicologia das cores: dicas para usar as cores a seu favor

A principal dica é que você se atente a seu estado de espírito e ao que o seu dia vai exigir de você: tons mais fechados, escuros e sóbrios são ideais para dias que pedem mais concentração, austeridade, formalidade e objetividade; as cores em tons mais abertas e vivas são ótimas para quando precisar de criatividade, energia e alegria, por exemplo; já tons mais claros tendem a ajudar quando a escuta, tranquilidade, calma e paciência se fazem necessárias.

Psicologia das cores: Significado das cores

Segundo o livro A Psicologia das cores: Como as cores afetam a emoção e a razão, de Eva Heller, cada cor está relacionada a emoções e nos direcionam a ações.

Branco:

Experiência, bondade e limpeza

 

Preto:

Poder, mistério, segredo, formalidade e sofisticação

 

Cinza:

Reservado, neutralidade e insensibilidade

 

Amarelo:

Otimismo, inteligência e alegria

 

Verde:

Tranquilidade, natural e esperança

Isabella Fiorentino usa uma vestido verde com estampa colorida

 

Azul:

Simpatia, harmonia e intelectualidade

Isabella Fiorentino usa look ton sur ton azul

 

Roxo:

Luxo, poder e espiritualidade

 

Rosa:

Sensibilidade, charme e compaixão

Isabella Fiorentino usa look ton sur ton rosa

 

Vermelho:

Dinamismo, urgência e luxo

 

Laranja:

Criatividade, sociabilidade e energia

Psicologia das cores na moda - Isabella Fiorentino

 

Claro que você não precisa se prender a esses significados de forma rígida, mas quando precisar de uma ajudinha extra, lembre-se disso e mentalize que, com certeza, fará diferença.

Você tem alguma história para contar de como as cores impactaram você? Me conte nos comentários!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda