Antes de treinar

0 Love

Muitas pessoas, quando vão treinar, principalmente quando não estão com muita disposição, preguiçosas ou até mesmo sem muito tempo disponível, costumam ir direto ao treino principal, para acabar logo. Em um treino de natação ou de musculação, por exemplo. Pulam o aquecimento, subestimando-o, como se ele fosse uma parte menos importante do treino. Mas, enfim, para que serve esse aquecimento? É realmente muito importante se aquecer antes de começar qualquer tipo de atividade?

Primeiro precisamos entender para que serve o aquecimento. Qual o seu papel dentro do treino? A ideia principal é elevar a temperatura corporal, preparando os músculos e as articulações para o exercício que está por vir. Com um corpo mais aquecido, as chances de um estiramento muscular, por exemplo, diminuem bastante. O aquecimento melhora ainda o metabolismo, o que influencia positivamente nas principais funções do nosso treino em sua parte mais intensa. O fluxo sanguíneo também melhora bastante. Outros benefícios básicos do aquecimento: maior oxigenação, melhoria da coordenação motora, aumento da capacidade de as articulações receberem a carga (ou impacto). Claramente o aquecimento, de maneira geral, ajuda a prevenir lesões decorrentes do esforço que virá a seguir.

O aquecimento pode ser geral ou específico, com maior foco na atividade principal. Se vamos correr, fazer um início mais leve, entre 10 e 15 minutos, como uma caminhada ou um trote, é muito válido. Na musculação, aquecemos os músculos principais a serem trabalhados fazendo exercícios básicos e leves, preparando as articulações. Um bom alongamento também pode ajudar bastante, independente da atividade que virá a seguir. É importante também pontuar que o tipo de aquecimento de cada um é equivalente ao seu nível de treinamento. Por exemplo, pular corda é um bom aquecimento, mas, para quem está acima do peso e sedentário, pode ter uma intensidade bem acima do desejado, deixando de ser um simples aquecimento.

Um aquecimento feito de forma mais intensa vai prejudicar seu desempenho na parte principal do treino. Não se deve confundir aquecimento com algo mais forte; esse é um erro comum e atrapalha bastante o restante do treino.

Se você estiver com preguiça ou com pouco tempo, reduza a parte principal do treino, mas não deixe nunca de aquecer! Bons treinos!

 

Se você tiver alguma dúvida, mande suas perguntas nos comentários que o Rapha responde! 

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Rapha Fiorentino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda