Esfoliação da Pele

A nossa pele é recoberta por uma proteína que protege contra o ressecamento chamada queratina. Às vezes a queratina produzida atrapalha a saúde dos poros, gerando o cravo.

O cravo são os poros entupidos de gordura (sebo). É uma reação de oxidação de uma quantidade de gordura, com o oxigênio do ar. Mesmo com o poro fechado, a glândula sebácea costuma produzir gordura.

Algumas microorganismos, como a Propino bacterium e o ácaro Demodex folliculorum, têm no entupimento dos poros um ambiente ideal para procriar.

Cientistas da Academia de Ciência da Califórnia publicaram um estudo na revista PLUS ONE revelando algumas verdades sobre os ácaros microscópicos; eles vivem em todas as pessoas!

Esses ácaros como todo aracnídeo, têm oito perninhas, são muitíssimos pequenos e mais comuns no folículo piloso.

Podem viver de 14 a 18 dias, e colocam 25 ovos em um único folículo.

O seu local preferido é na superfície do canal do ouvido, mas podem viver populações desses pequenos seres em qualquer folículo piloso, inclusive nos poros do rosto.

 

Os cravos são aracnídeos?

Podemos ter a pele infestada de ácaros mesmo sem ter cravos, e existem pessoas com cravos que não possuem esses aracnídeos na pele.

O cravo da pele não é o aracnídeo, mas o processo de inflamação pode ser produzido ou desencadeado por ele.

Em nossos poros existem pelo menos duas espécies desses aracnídeos, que são ácaros microscópicos parentes das aranhas e dos carrapatos que vivem na pele de mamíferos, inclusive dos seres humanos.

Geralmente a coexistência é benigna. Mas a perda desse delicado equilíbrio pode causar a sarna dos cães, e doenças de pele como a rosácea, acne, blefarite (inflamação das pálpebras) em seres humanos, devido à superpopulação de microorganismo.

Os ácaros se alimentam de restos de alimentos da pele morta provenientes da descamação natural, pelos, entre outros resíduos.

 

Os grandes vilões causadores de alergia nos seres humanos

Os ácaros são encontrados na poeira, no pelo dos animais, nas baratas e fungos, desencadeando crises de asmas, rinite, sinusite, conjuntivite, eczema, coceiras, entre outros sintomas.

Onde vivem?

Vivem nos colchões, travesseiros, sofás, e todo local que possa juntar poeira.

Como amenizar?

Abrir portas e janelas para melhor ventilação dos ambientes.

Utilizar pano úmido na limpeza, para não levantar poeira.

Não comer na cama ou no sofá.

Fazer limpeza no ar condicionado de seis em seis meses.

Lavar periodicamente lençóis, edredons, cortinas e tapetes.

Manter a higiene corporal, através do banho diário e do esfoliante.

 

Por que devo esfoliar a pele?

Quando esfoliamos a pele, ela também se renova. A esfoliação é um de seus melhores aliados porque limpa profundamente.

Ela ajuda a eliminar a camada mais dura da pele, abre os poros, remove o acúmulo de impurezas, melhora a circulação sanguínea, eliminando toxinas, previne pelos encravados e permite que a hidratação penetre melhor.

O efeito de limpar, esfoliar e hidratar se nota no resultado final, com a pele mais sedosa e luminosa.

 

A natureza a favor da pele

Utilizamos para a esfoliação fontes excelentes como mel, azeite ou óleo de girassol, fubá, aveia, açúcar, limão e sal.

 

Esfoliação da pele do rosto com fubá e mel

A combinação do fubá com o mel cria um esfoliante poderoso – basta haver atrito com a pele. Pode ser feita duas vezes na semana.

 

Como fazer:

– 1 colher de sopa de fubá

– 1 colher de sopa de mel

Misturar até formar uma pasta.

Aplique no rosto limpo, lavado com sabonete, com as mãos e deixe até quase secar.

Massageie a pele com movimentos circulares, umedecendo a ponta dos dedos com água.

Depois de esfoliar bem, deixe secar e enxague com água corrente.

Aplique um creme hidratante.

 

Esfoliação intensa para o corpo

Elimina as células mortas da superfície da pele, evita pelos encravados, previne o envelhecimento e a flacidez da pele.

Como base, usamos o açúcar cristal, o sal marinho ou o fubá, o óleo de girassol ou o azeite de oliva e suco de limão.

A receita é feita na hora em uma tigela. Como não contém conservante, pode haver crescimento de bactérias, por isso não é possível guardar.

Escolha um dos ingredientes sólidos e misture com óleo de girassol ou azeite de oliva e suco de limão.

– 1/2 xícara de sal marinho

– Suco de um limão, óleo ou azeite.

 

Faça durante o banho.

Após um banho de água morna, desligue o chuveiro.

Os movimentos devem ser feitos sempre de baixo para cima e com alguma pressão.

Espalhe a mistura nas duas mãos e inicie aplicando o esfoliante pelas pernas, joelhos, coxas, culote, bumbum, barriga, braços, cotovelos, costas, com movimentos mais leves nos seios e colo, e por fim nos pés.

Depois da esfoliação, tome uma boa ducha para retirar todo o produto, e aplique um hidratante

Repita a cada 15 dias.

Experimente e desfrute desse bem-estar, sentindo-se mais limpa e renovada!

 

Até mais!

Abraços,

Jane

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

  1. Ana Paula disse:

    Adorei as dicas. Vou tentar fazer as mascaras. Minh pele do rosto ta um oh!! Bjs

  2. Paula Souza disse:

    Amei as dicas, hoje eu experimentei a esfoliaçao feito com fubá e o mel, o resultado foi maravilhoso! A pele fica super macia e hidratada, adorei o resultado!