Ácidos e alcalinos

2 Love

Muitas pessoas nunca ouviram falar do equilíbrio entre acidez e alcalinidade.

Acidez e alcalinidade são medidas do PH (potencial de hidrogênio) do organismo.

 

Nosso PH deve permanecer no lado alcalino.

 

Um organismo ácido está sujeito a uma série de doenças que se desenvolvem em meio à acidez. Enquanto isso, a doença não prospera em um organismo adequadamente alcalino.

 

A escala de medida do PH vai de 0 a 14:

 

PH 0 – máximo de acidez

PH 7 – neutro

PH 14 – máximo de alcalinidade

 

Exemplos:

O PH do estômago é 1.

O PH da água é 7 – neutro.

O PH do bicarbonato de sódio é 12.

 

O sangue que leva os nutrientes para todo o organismo deve ter em média um PH entre 7,36 a 7,42, ou seja, levemente alcalino.

 

A comida que ingerimos determina seu equilíbrio, que deve ser 70% alcalino e 30% ácido.

 

Muitas vezes um alimento que tem sabor ácido, após sua ingestão, entra no organismo alcalino, como os limões.

 

Podemos medir nosso pH pelos alimentos que ingerimos.

 

Veja como está sua alimentação!

 

Para manter o equilíbrio, devemos ingerir mais ou menos de 3 a 4 alimentos alcalinos para cada alimento ácido.

 

Alimentos acidificados produzem acidez – limitar seu consumo

  • Todos os alimentos de origem animal e seus derivados.
  • Remédios, antibióticos, anfetaminas, quimioterapia, radioterapia.
  • Nicotina, café, álcool, adoçantes, muito açúcar, alimentos congelados.
  • Refrigerantes, chocolate, frituras, suco de fruta adoçado.

 

Alimentos alcalinos produzem alcalinidade

  • Todas as frutas frescas: manga, uva, melancia, mamão, amora, limão, banana, melão, maçã, pera.
  • Frutas secas, amêndoas, nozes, avelãs, castanha-do-Pará, banana passa, uva passa, ameixa, damasco.
  • Folhas verdes: brócolis, espinafre, couve.
  • Legumes, raízes, feijões, soja.
  • Couve-flor crua, milho verde, cenoura, beterraba, batata doce, abobrinha, quiabo, chuchu ralado cru, abóbora.
  • Alho, cebola, salsa, salsão.
  • Água mineral alcalina, chá verde, melado.

 

Limão

Entre os alimentos alcalinos, o limão é um excelente alcalinizante do corpo, tanto maior quanto mais constante for seu uso diário.

 

No desjejum matinal:

Suco de um um limão em meio copo de água age como excelente neutralizador da acidez interna.

Aguarde por uns 15 minutos antes da refeição da manhã.

 

Supõe-se que o limão é agressivo para o estômago, porém ele é tão alcalinizante que pode neutralizar sua acidez.

 

É um alimento ácido até o momento de ser ingerido; após, em seu caminho pelo corpo, é transformado em alcalinizante natural.

 

Depois de uma refeição pesada e gordurosa, tome o suco fresco de um limão em água ou chá.

 

Use o suco de um limão inteiro espremido na comida e saladas.

 

O sangue ácido desenvolve doenças

  • Dores de cabeça, enxaqueca, nervosismo, resfriados, gripes…
  • Fragilidade óssea, artrite, dores musculares…
  • Fadiga, diabetes, ácido úrico, insônia, hipertensão, cálculos renais…
  • Azia, arrotos, gases, retenção de líquidos, prisão de ventre, câncer…

Todos os resíduos do corpo são ácidos e devem ser eliminados através das fezes, da urina e do suor.

 

A maioria dos alimentos acidificantes está na base de nossa alimentação. O corpo consegue neutralizar um eventual consumo desses alimentos, mas quando o repetimos seguidamente, ele se esgota e se desmineraliza.

 

 

Limpeza do organismo: dieta do limão, por 5 dias

Dê preferência ao limão verde. Ele precisa estar fresco, com a casca brilhante, guardado fora da geladeira. Pode repetir essa dieta por 4 semanas.

 

Primeiro dia – 1 limão

Segundo dia – 2 limões

Terceiro dia – 3 limões

Quarto dia – 2 limões

Quinto dia – 1 limão

 

  • Utilize um espremedor, depois de lavar bem o limão.
  • O suco deve ser puro, sem adoçar.
  • Tome em jejum
  • Após 5 minutos, tome um copo grande de água

Aguarde 15 minutos antes da primeira refeição da manhã.

Pode ocorrer reações do organismo na desintoxicação: náusea e dor de cabeça.

 

Não se esqueça de lavar bem as mãos com sabão após usar o limão.

 

 

Atitudes emocionais que acidificam o sangue

Em questão de instantes!

  • Raiva, inveja, excesso de julgamento, críticas, e tudo o que for alertado pela nossa consciência!
  • Exercícios físicos obsessivos, competições.

 

Atitudes emocionais que alcalinizam o sangue

Todos os sentimentos de amor…sempre!

  • Amar a Deus e ao próximo.
  • Viver na verdade.
  • Emoções de afetividade e compaixão.
  • Contemplar o belo.

 

Existem muitas tabelas de referência sobre os componentes do Ph dos alimentos: pesquise e veja como está a sua alimentação!

 

Sejamos todos abençoados e com muita saúde!

 

Abraços,

Jane Fiorentino

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Jane Fiorentino.

Comentários

  1. shara 8 de agosto de 2013 at 12:47
    Responder

    amei as dicas!!!!

  2. antonia 14 de outubro de 2013 at 16:44
    Responder

    Gostei muito da informacao. Obrigada.

  3. Carlos Pereira 23 de janeiro de 2014 at 16:17
    Responder

    Olá Isabella,
    gostei muito de seu artigo e você está certa em tudo o que referiu. No final do artigo você diz que “existem muitas tabelas sobre os componentes do PH dos alimentos” e em meu blog – http://artigos.dietaalcalina.biz – eu disponibilizo para download gratuito a “Tabela de pH dos Alimentos” – um poderoso guia para as pessoas que querem mudar para o lado alcalino da vida.
    Abraço.

  4. Maristela Aldano de França 28 de janeiro de 2014 at 20:07
    Responder

    Isabella! Gostei muito de sua postagem sobre ácidos e alcalinos(PH)!
    Tenho uma pessoa na família que estuda macrobiótica há mais de 30 anos, Agora com a divulgação mais popular desta visão alimentar discutimos muito sobre o assunto…bem, ele afirma a macrobiótica garantir que a maioria das frutas são ácidas e assim nos tornando excessivamente “IN”, enquanto que o sal, raizes, cereais integrais(arroz sendo o rei) nos tornam mais “yang”….esta tabela que na maioria divulga o limão ser alcalino para nosso organismo, a banana e demais frutas e vegetais considerados culturalmente como ácidos agora são referidos como alcalinos! Como poderei ter uma garantia de qual tabela realmente é a correta???? Ficarei muito grata se tiver esta resposta! Atenciosamente, Maristela Aldano.

    • editor 3 de fevereiro de 2014 at 14:26
      Responder

      Maristela tudo bem?
      Quando comecei com a macrobiótica, Kikuchi me dizia, estude para compreender as diversas linhas de alimentação e adotar uma delas.
      Consideramos a grande contribuição prestada pelo Dr George Ohsawa ( Macrobiótica Japão ) na melhoria da alimentação da humanidade.
      YIN e YANG ou a relação SÓDIO- POTÁSSIO, está ligada a todo o curso da saúde do corpo humano.
      O arroz integral é o alimento perfeito por apresentar o equilíbrio.
      Os cereais integrais constituem a etapa final da evolução alimentar, e contém todas as propriedades necessárias à vida.
      Vegetarianismo tb se assemelha à macrobiótica.
      Leia no site o post sobre o limão.
      Estude
      Todas as linhas alimentares serão inúteis se não proporcionarem uma vida mais sadia e feliz a partir do dia seguinte…
      Abraços
      Jane

  5. ana maria 24 de abril de 2014 at 20:33
    Responder

    GOSTEI MUITO DESSE COMENTÁRIO, VOU MELHORAR MINHA ALIMENTAÇÃO, OBRIGADA

  6. dayse de andrade 25 de abril de 2014 at 19:10
    Responder

    Informação importante e poucos sabem. obrigada

  7. Wilson Batista Evangelista 26 de abril de 2014 at 14:49
    Responder

    Muito bom!

  8. cemilia cardoso 27 de abril de 2014 at 17:25
    Responder

    Otimas dicas de saude.

  9. marcia Maria de lo hino campos 1 de maio de 2014 at 23:21
    Responder

    Muito bom saber de todos esses itens que devemos comer,adoraria de receber por email,se possivel

  10. GERUSA VIEIRA DE CASTRO 2 de maio de 2014 at 10:57
    Responder

    GOSTEI MUITO DO QUE LI. ATÉ O ÚLTIMO DIA 30/04/2014 NÃO CONHECIA SOBRE ALIMENTOS ALCALINOS E ÁCIDOS E NO BEM ESTAR QUE OS ALCALINOS CAUSAM AO NOSSO ORGANISMO.
    VOU MUDAR MINHA DIETA. APESAR QUE MUITOS ALIMENTOS ALCALINOS JÁ CONSUMO.

  11. maria das graças fernandes vasconcelos 2 de maio de 2014 at 14:07
    Responder

    Cuidados com a saúde é tudo de bom!!!!

  12. Cicero Pereira 29 de junho de 2014 at 20:17
    Responder

    Apreciei a visão holistica do informativo,deixando ao questionador um amplo campo de pesquisa

  13. Jacira Prado 1 de julho de 2014 at 22:12
    Responder

    Dicas de ouro!!!!! Serviram para continuar a manter a vida que levo! Obrigada!

  14. Ivanice 2 de setembro de 2014 at 0:55
    Responder

    Olá Isabella, tudo bem?
    Adorei o arquivo. Confesso que até ontem, eu desconhecia a questão sobre alimentos ácidos e alcalinos.
    Gostei muito de saber sobre a necessidade de equilibrarmos nosso organismo, consumindo 70% de alcalinos e 30% ácidos.
    Vou adotar este equilíbrio para minha vida e, para minha família!!!
    Agradecida

  15. antonio jose de assis ribeiro 14 de setembro de 2014 at 1:59
    Responder

    estou iniciando minha radioterapia duas seções de trinta( já pensou) e apareceram afitas na boca devido a acidez, vou mudar imediatamente minha alimentação, você é um anjo, obrigado.

  16. Domit 27 de setembro de 2014 at 8:15
    Responder

    Isabella, parabéns, pela forma simples e objetiva com que colocou essas informações tão importantes. Agradeço e lhe desejo saúde e muitas alegrias. Domit.

  17. Iran 27 de outubro de 2014 at 11:21
    Responder

    Gostei destas frases!
    “entimentos de amor a Deus e ao próximo, emoções de afetividade e compaixão, contemplar o belo, viver na verdade…
    Amamos… Construímos… Compartilhamos…”
    Portanto…..Sei que 70% do nosso corpo é água, assim busquei algo além do alimento alcalino, a água alcalina.
    Encontrei no site http://www.lojaacqualive.com.br , filtros que ionizam água da torneira adicionando minerais como o magnésio, dentre outros, elevando o pH da água para 9.5 a 10!
    Em duas semanas pude observar os benefícios como por exemplo, o fim da azia e maior disposição nas atividades físicas.

  18. Rita Apoena 6 de novembro de 2014 at 13:23
    Responder

    Agradeço pela matéria do site, dentre as que encontrei é a que parece mais confiável e certeira. Bem lembrado sobre as emoções e o ph do sangue. Que você tenha muito sucesso em sua vida e continue compartilhando a sua beleza entre nós. Abraço.

  19. lucio 18 de dezembro de 2014 at 22:00
    Responder

    muito completo e satifatorio nao sabia que estados emocionais influenciavam na acidez

  20. Sara 12 de fevereiro de 2015 at 11:39
    Responder

    Olá Isabella, gostei muito da matéria sobre a acidez e alcalinidade.
    Temos hoje no mercado brasileiro uma máquina que transforma a água comum em água alcalina antioxidante com ORP superior a -500 através das placas de eletrólise. Tecnologia Japonesa. Você já ouviu falar? Essa máquina é fantástica e vende em vários países.

    Um abraço

  21. Maria Idalina 21 de março de 2015 at 12:47
    Responder

    Para mim não é surpresa o que li, mas falta ter uma educação alimentar e ver que não é difícil tomar uma atitude e pensar na saúde.

  22. Péricles de Lacerda Alves 25 de maio de 2015 at 17:12
    Responder

    Pra mim foi muito bom tomar conhecimento, sobre o PH dos alimentos.
    Em pró da minha saúde e da minha família.
    Além do mais soube que inúmeras doenças são desenvolvidas em PH ácido!

  23. jose arlan dos santos santos 5 de novembro de 2015 at 22:37
    Responder

    Gostei muito

  24. manuel 11 de novembro de 2015 at 23:21
    Responder

    mui belo

  25. Egon J Hoeveler 11 de janeiro de 2016 at 7:13
    Responder

    Obrigado, foi muito instrutivo. É desse tipo de informação que precisamos para nos manter saudáveis.

  26. David Pinto Pinheiro 15 de janeiro de 2016 at 11:49
    Responder

    Matéria espetacular que mostra o quanto é gratificante ser do bem.

  27. Marlise Pontes Freitas 29 de janeiro de 2016 at 0:40
    Responder

    Obrigada pelos esclarecimentos, Jane! Ótimas energias para você.

  28. maria lucia ascencio Pereira 18 de fevereiro de 2016 at 10:32
    Responder

    Excepcional o artigo! estou com refluxo gástrico esofágico e não sabia bulufas a respeito dos alimentos alcalinizantes e ácidos e o mais os médicos também não… entopem os pacientes de remédios e não conseguem resolver o problema.

  29. shirlei araujo 15 de março de 2016 at 1:10
    Responder

    Adorei a informação, já compartilhei no Face,

  30. Liz 23 de março de 2016 at 10:13
    Responder

    amei e vou procurar seguir!! abraços ????

  31. Carlos 9 de julho de 2016 at 22:13
    Responder

    Muito interessante gostaria d ter mais informações

  32. Adeci Gonçalves 11 de agosto de 2016 at 20:10
    Responder

    Muito legal. Tenho 55 anos e nunca imaginei que o limão é um aliado nosso no combate a acidez… Parabéns por essa grandiosa instrução!

  33. Lucinete 6 de outubro de 2016 at 9:07
    Responder

    Muito bom obrigado!

  34. Sergio 8 de outubro de 2016 at 7:42
    Responder

    Gostei e aprovo está prática.

  35. Lilian Roberta Pereira 10 de outubro de 2016 at 15:14
    Responder

    Ola, boa tarde!
    Adorei o texto, pois me tirou muitas dúvidas.
    Gostaria de fazer uma pergunta, eu tomo suco verde de 3 a quatro vezes na semana, e coloco uma maçã, uma folha de couve, linhaça, chia, água e o suco de um limão.
    Neste caso o limão continua se alcalinizando ou isso acontece apenas quando ele é ingerido isoladamente?

    Desde já agradeço!

    • editor 17 de outubro de 2016 at 15:25
      Responder

      Boa tarde Lilian, tudo bem?
      Qualquer alimento dotado de poder medicinal, como o limão entre outros, age beneficamente em nosso organismo, mesmo quando ingerido com outros.
      O limão quando ingerido sozinho reforça e concentra a sua ação benéfica.
      Pode ser usado também em saladas e na comida.
      Abs
      obrigada
      Jane

  36. ANTONIA ELIZABETE LOURENÇO ALVES ALVES 18 de novembro de 2016 at 11:23
    Responder

    GOSTEI MUITO DA DICA!

  37. Erikson José Maes 21 de novembro de 2016 at 6:16
    Responder

    Olá Jane, parabéns e obrigado por estas excelentes informações
    Abraços.

  38. Joao Manoel De Andrade 27 de novembro de 2016 at 22:33
    Responder

    Excelente informações. Vou seguir às mesmas com minha família

  39. Sandra Sousa 1 de dezembro de 2016 at 16:40
    Responder

    Objetiva e simples nas explicações. Matéria rica. Amei.

  40. Concordo com a parte espiritual é verdadeiro, há muitos testemunhos que nos faz crer em Deus!!!!!

  41. Lídia Rodrigues 19 de janeiro de 2017 at 8:32
    Responder

    Gostei muito da matéria abordada! Parabéns!

  42. Marcelo Antonio Ferreira 12 de fevereiro de 2017 at 4:50
    Responder

    Valeu demais para entender a importancia do caminho do equilíbrio entre Ácido e alcalino. E o valor especialmente do limão nesta história. A partir de hoje passarei a fazer uso do suco de.limao diariamente para melhorar minha saúde. Muito obrigado pela informação com notada sabedoria. Marcelo .

  43. Paulo 17 de fevereiro de 2017 at 23:12
    Responder

    Excelente Post adorei

  44. Thiago 6 de março de 2017 at 16:14
    Responder

    Boa tarde Jane, tudo bem? Tenho problemas com calculos renais há anos,, essa dieta do limão pode dissolver tais pedras?

    Obrigado

    • editor 8 de março de 2017 at 10:37
      Responder

      Boa tarde Thiago, tudo bem, obrigada.
      Deus te abençoe e proteja.

      Sabe-se que os alimentos com alto teor de potássio podem trazer complicações para pessoas com alguma insuficiencia renal.

      Todo produto final do que comemos são eliminados pelos rins, por isso é mto bom beber água para ajudar a dissolver os cristais de sal dentro do sistema urinário, consumir pouca carne, etc ( informe-se melhor com seu médico )

      O primeiro passo é beber água para o corpo não se tornar ácido, o limão é muito bom porque alcaliniza o sangue.

      Tome 2 copos de limonada durante o dia sem açúcar ou com um pouco de mel, usar 1 ou 2 limões.
      O primeiro copo na parte da manhã antes de comer ( aqueça um pouco a àgua ) o líquido quente limpa o trato urinário.

      Use o limão para temperar sua salada ( eu gosto dele expremido até na comida )

      Quando sentir dor procure um médico.

      Fique bem.
      abs jane

  45. Neide Martins 13 de junho de 2017 at 9:28
    Responder

    Sou fã de limão!! Além de todos esses benefícios, ainda emagreci 8 kg em dois meses! E sem dor de cabeça, que antes sentia todos os dias. Abençoado limão!!!!!

  46. Armando Cardoso 6 de agosto de 2017 at 20:34
    Responder

    Aceitando o conselho, vou limonar-me todos os dias- Até nem é caro!

  47. Davis 16 de setembro de 2017 at 17:27
    Responder

    Obrigado pelas dicas Jane, que DEUS te abençoe!

  48. Raimundo Donizeti da Silva 22 de setembro de 2017 at 9:18
    Responder

    Foi muito esclarecedor as informações.

  49. Inaiara Girardi 30 de setembro de 2017 at 9:06
    Responder

    Muito esclarecedor, parabéns!

  50. André luiz piccoli 14 de outubro de 2017 at 19:16
    Responder

    Gostei muito.

  51. Maria Ferreira 25 de outubro de 2017 at 0:11
    Responder

    Amei ,mt esclarecedor; ainda bem que apesar de consumir alguns acidulantes, consumo bastante alimentos alcalizantes e não tomo refrigerantes e nem fumo! Já enviei para alguns conhecidos que estão doentes e c certeza, o tema será de muita valia! Obrigada pelas orientações e que Deus lhe Abençoe!

  52. Sandra Ribas 12 de novembro de 2017 at 19:19
    Responder

    Interessantes estás dicas!!!

  53. GAL QUEIROZ 24 de janeiro de 2018 at 16:42
    Responder

    MUITO CLARA E LÓGICA A SUA EXPLICAÇÃO!!!
    GOSTEI MUITO!
    ESTOU COM ESSE PROBLEMA DE ACIDEZ!!!!

  54. Elias 20 de fevereiro de 2018 at 20:19
    Responder

    Excelente explanação sobre o tema relativo os benefícios da alcalinidade de nosso organismo.
    Parabéns Isabella!!! Belo trabalho!!! Gratidão!!?

  55. Maynara Stecca 23 de fevereiro de 2018 at 17:37
    Responder

    Eu tenho uma filha de 24 Anos que tem o estômago Alcalino tudo o que come não observe ela está pesando 36 kilos não sei mais o que fazer ela se alimenta bem mais não consegue pegar peso

  56. DOROTHY TETSUKO TOKUNAGA HARA 16 de abril de 2018 at 19:23
    Responder

    Oi gostei da explicação é simples e compreensivo.
    Obrigada

  57. Nilo Rosendo 25 de abril de 2018 at 20:20
    Responder

    Valeu amiga, obrigado.

  58. Maria de Fatima 2 de junho de 2018 at 10:22
    Responder

    Muito boa notícias e bem elaboradas.

  59. Amancio Cardoso 13 de outubro de 2018 at 23:28
    Responder

    Muito bem. Gostei

  60. Rosangela Stücheli 21 de novembro de 2018 at 22:28
    Responder

    Gostei muito.
    Será que existe um App para se calcular o índice de PH dos alimentos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda