Nossa Digestão

0 Love

Conhecendo melhor o nosso sistema digestivo, podemos também melhorar a nossa saúde.

A digestão não está ligada apenas aos alimentos: muitas vezes digerimos culpas, mágoas, fracassos, desafios, medos, ansiedade, ciúmes, como também nossas relações com a família, amigos e com o trabalho.

Para a medicina natural, o aparelho digestivo comanda praticamente o corpo todo: uma vez que o sistema digestivo caminha bem, os demais órgãos acompanham em harmonia.

Há relação entre a digestão e a sensação de bem-estar, a qualidade do sono, da atenção e do raciocínio.

O que comemos influencia a nossa inteligência – e o cérebro é o órgão mais exigente do nosso corpo, ele sabe tudo… rs

Uma boa alimentação ajuda na digestão e no raciocínio.

Por exemplo, para um bom sono, prefira alimentos de fácil digestão, como sopas, mingau de aveia ou banana amassada com aveia e canela, com chá de camomila, melissa, maracujá.

 

A preparação dos alimentos para a digestão inicia-se na boca

A língua mistura o alimento com a saliva, empurrando-o para a faringe, que o conduz ao estômago. Após deixar o estômago, o alimento penetra no intestino delgado e se move lentamente por cerca de 24 horas até alcançar o intestino grosso e acontecer a evacuação.

Quando há uma deficiência nesse trajeto, a massa alimentar permanece mais tempo em cada trecho, transtornando a digestão.

Quando o intestino fica “preguiçoso” para exercer sua função de evacuação, ocasiona putrefação e a formação excessiva de gases.

Um longo tempo de permanência dessas toxinas no intestino leva à reabsorção das mesmas por suas paredes. Essas toxinas podem se instalarm por diversos anos, agravando os distúrbios emocionais.

 

Qualquer alteração física ou mental se reflete inúmeras vezes em diarreia ou prisão de ventre

Quem já não sentiu alívio e bem-estar depois de evacuar?

A prisão de ventre não acontece só por causa da alimentação errada; quem não digere bem os problemas emocionais sobrecarrega o corpo ficando dias sem ir ao banheiro, o que causa fermentação, intoxicação e descontrole emocional.

Não ir ao banheiro significa que todo o peso das toxinas fica estagnado em nosso interior e irá danificar e comprometer todo o bom funcionamento do organismo.

Também o medo em exagero e sem controle pode provocar a diarreia.

Esta é um perigo para a saúde, causando desidratação, perda de sais minerais, inflamação intestinal e perda de imunidade.

 

Há inteligência no sistema digestivo

A relação do cérebro com os intestinos, embora muito conhecida pelas antigas medicinas ayurvédica, chinesa e tibetana, vem sendo descoberta somente agora pelos cientistas ocidentais.

Nas descobertas mais recentes, a ciência diz que a capacidade de inteligência não é exclusiva do cérebro; encontram-se indícios de inteligência no sistema digestivo, no fígado, no coração, no sistema imunológico e nos intestinos.

As primeiras evidências desse fato, vieram das pesquisas feitas pelo Dr. Michael Gerson, escritas em seu livro O segundo cérebro.

É possível considerar problemas no aparelho digestivo, estômago e intestino como reflexo dos distúrbios do segundo cérebro, localizado no intestino.

 

A melatonina é o antioxidante mais poderoso produzido pelo organismo

Enquanto a serotonina predomina quando o cérebro está em estado de alerta, a melatonina é marcante nos períodos de sono.

A serotonina regula o nosso humor, sono, apetite, e a sua falta causa ansiedade, depressão e distúrbios emocionais.

A serotonina e a melatonina são hormônios produzidos pela glândula pineal, localizada perto do centro do cérebro. O que não se sabia é que ambas são secretadas também pelas glândulas dos intestinos, e não apenas pela glândula pineal.

 

Pequenas mudanças fazem grande diferença

A mistura de cereais usada no café da manhã pode ser uma importante fonte de fibras para o funcionamento do intestino.

Utilizamos um concentrado de minerais, vitaminas e fibras que desintoxica o intestino, acelera o metabolismo, estimula a digestão e nutre.

Essa mistura não tem ingredientes fixos; eles podem ser substituídos dependendo da região onde se vive.

 

Multimistura para nutrir e limpar o intestino

Utilizando como medida a xícara de chá.

 

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farelo de trigo
  • 2 xícaras de extrato de soja
  • 2 xícaras de aveia
  • 1 xícara de farinha de arroz integral (ou farelo de arroz)
  • 1 xícara de linhaça marrom moída separadamente.
  • 1 xícara de gergelim e semente de girassol
  • 1 xícara de germe de trigo
  • Meia xícara de castanha-do-pará e amêndoa.
  • 1 colher de sopa de canela em pó
  • Meia xícara de ameixa preta sem caroço
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo, ou adoce na hora com melado de cana.

 

Preparo:

Processe todos os ingredientes no processador ou no liquidificador, coloque-os em potes e conserve na geladeira.

 

Como usar:

Bata no liquidificador um copo de leite desnatado, ou água, ou suco de fruta, com 2 colheres de sopa cheias da mistura.

Ingerir logo após o preparo.

Outra opção é misturar no café.

É possível substituir o jantar pela mistura.

 

Sugestão: em jejum, tomar o suco fresco de um limão num copo cheio de água.

Aguarde por 15 minutos e em seguida ingira a mistura.

 

Abraços e obrigada!

Jane Fiorentino

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Jane Fiorentino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esquadrão da moda