Um novo ano!

Cronos é a definição do tempo cronológico e físico, compreendido por um calendário com os anos, os meses, os dias, as horas, os minutos e os segundos, com o propósito de medir e registrar o tempo.

Para a física quântica, o tempo é uma ilusão. É comum na filosofia presumir que “as coisas mais profundas e verdadeiras estão fora do tempo”.

Como seres humanos, vivemos o tempo como uma sensação que flui, percebendo que a realidade é o momento especial chamado presente, que o passado é imutável e o futuro ainda está por vir.

Olhamos para o espelho e vemos marcas que o tempo se incumbe de deixar e que exprimem o que vivemos: alegrias, tristezas, decepções.

Iniciamos o ano de 2018 inspirados em nossos ideais mais elevados, conscientes e seguros para desempenhar melhor o nosso papel.

Mesmo diante de situações difíceis, não fiquemos desanimados e sem rumo, nem deixemos que os fatos sejam fonte de frustração e amargura.

Quando acordamos vivos de manhã, agradeçamos a Deus pela graça da vida, mantendo o coração feliz e em paz.

Façamos o que é correto e fujamos da desonestidade e da corrupção.

A coragem e a confiança em Deus estarão presentes para nos auxiliar.

 

Encontremos um lugar calmo onde possamos repensar o ano que passou

Momentos de reflexão ajudam bastante a rever nossas capacidades e limitações, para vivermos com harmonia e conforme nossas forças.

Façamos o possível para mudar. No impossível peçamos a ajuda de Deus, para vivermos nossas diferenças como o amor que Ele tem por nós.

 

Começamos limpando o coração

Rompemos esta barreira sendo mais objetivos e nos controlando mais racionalmente.

Não percamos tempo com choramingos humanos, negatividade, ressentimentos e rancores que se instalam como veneno dentro de nós.

A imaginação pode nos levar a enxergar as coisas de maneira distorcida e sem fundamento. Ainda que a situação seja real, pode ser exagerada por nós.

Uma crítica, uma chamada de atenção, um olhar de indiferença, um determinado tom de voz, quem não nos cumprimentou… Tudo isso nos machuca porque estamos muito preocupados conosco mesmos.

Conhecer nosso temperamento ajuda bastante: gostamos de guardar bons sentimentos e boas lembranças ou carregar peso desnecessário?

 

Afinal, todos temos algumas virtudes

Nos livremos de julgamentos rudes e cruéis sobre nós e sobre os outros; afinal, em alguns dias agimos melhor do que em outros. Portanto, sejamos mais compreensivos; precisamos uns dos outros.

Vamos renovar a nossa compreensão com as pessoas, evitando brigas, mágoas e ressentimentos?

Perdoe a todos por tudo; a ajuda pode vir de todas as partes!

Fiquemos longe e não percamos tempo com fofocas, e sim edificando as virtudes da outra pessoa.

 

Estar mais intimamente com Deus

Através da oração sentimos mais abertura para o sagrado e aumentamos nossa fé.

Por exemplo, meditando sobre textos da Sagrada Escritura, lendo livros sobre a vida dos santos que nos dão exemplo de amor e fidelidade a Deus, ou simplesmente por um íntimo encontro com Deus pela oração mental.

O Pai de bondade, sempre voltado para nos ajudar, também será exigente e pedirá a seus filhos mais maduros e responsáveis por seu desenvolvimento espiritual.

Proteja-se contra influências malignas pela oração; toda vez que nos entregamos às lamentações e intrigas, alimentamos o nível espiritual de seres que se alimentam do mal.

Arranje tempo para rezar, sempre!

 

Prestemos mais atenção aos hábitos diários

Cuide mais da sua saúde; coma menos doces, abolindo o refrigerante. Tenha cuidado com bebidas alcoólicas e adéque-se a um peso saudável.

Coma mais o que nasce em árvores e plantas e menos comida industrializada.

Não se esqueça de beber água.

Faça  uma caminhada todos os dias, e se possível uma atividade física, como ginástica, natação etc.

Sorria e não se torne demasiadamente sério.

Dedique-se a um trabalho voluntário.

Sirva alguém que esteja precisando com alegria e bom ânimo.

 

Estejamos mais com a família

Importe-se com os filhos, participando com eles em suas atividades escolares; leve-os sair para um passeio, compartilhe um lanche ou um bate-papo.

Dê atenção aos mais velhos, quem sabe eles já podem estar se preparando para se retirar do cenário desta vida.

 

Organizar os gastos e economizar

Evite fazer dívidas; o dinheiro, sendo fruto do seu trabalho, é abençoado e não deve ser esbanjado.

Exibicionismo, ostentação e superficialidade são coisas ultrapassadas; aprenda a viver com menos coisas, reutilizando o que parece não servir mais: roupas, objetos, alimentos etc.

Evite o desperdício, principalmente de alimentos, a fim de diminuir o consumismo, considerando a natureza e nossa situação atual.

Compartilhe o que é seu com outras pessoas que necessitam.

 

Alivie os pensamentos e preocupações desnecessárias

Sente-se em silêncio pelo menos 10 minutos por dia.

Durma de 7 a 8 horas por dia.

Fale menos e evite gritar ou aumentar o tom da voz, chamando a atenção sobre o seu ego ou fazendo elogios sobre a sua pessoa.

Desligue a TV sempre que puder.

Não discuta sobre política, futebol, religião: procure falar de assuntos que podem gerar discórdia e mal entendido com calma e sem fanatismo.

Evite notícias desagradáveis sobre crimes e violência.

Livre-se de vícios e procure ajuda se necessário.

Tenha gratidão pela vida, respeitando a si a aos outros e com isso atraindo paz, saúde e prosperidade.

 

Tenham todos um “Feliz e Próspero Ano Novo”!

 

 

Abraços

Jane Fiorentino

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor – escrito por Jane Fiorentino.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentário

  1. Lilian disse:

    Texto muito lindo. Realmente bem especial. Meus parabéns sra. Jane.
    **A Sra é tão linda e inteligente quanto suas filhas. Muitas felicidades.