Dicas do HIIT

Algumas vezes falei sobre esse tipo de treino aqui no site, e vale a pena procurar e ler, se você se interessa pelo assunto e perdeu alguns posts. Já citei alguns exemplos de como proceder nesse estilo. A ideia aqui é buscar incentivar uma vez mais a colocá-lo em prática. Trata-se de um treino mais curto, ideal para quem quer resultado e tem pouco tempo para treinar, além de poder ser feito todos os dias. A única restrição é que nesse caso ele não deve ser realizado por mais de duas semanas seguidas. Se for o caso de treinar toda semana, deve-se diminuir a frequência para 3-4 vezes na semana, podendo mesclar normalmente com outras atividades.

No post anterior, falei da importância de se ter cuidado com determinados tipos de treino, inclusive o HIIT, mas, se você estiver dentro do perfil, ou mesmo se começar mais de leve, chegando ao limite dentro de algumas semanas, poderá ter inúmeros benefícios. Listamos a seguir alguns deles para seu conhecimento. Vamos lá:

 

– EFICIÊNCIA NOS RESULTADOS: alguns estudos indicam que apenas 15 minutos de treino diário por duas  semanas, já demonstram resultados como perda de peso e melhora na condição cardiorrespiratória equivalentes a treinos mais leves, com uma hora de duração.

 

– MAIOR QUEIMA DE GORDURA: o legal desse tipo de treino é que a elevação da frequência cárdica, ou seja, dos batimentos cardíacos, é tão relevante que seu corpo continuará queimando calorias durante horas após o fim do exercício. Ele aumenta inclusive o metabolismo, o que facilita o emagrecimento.

 

– EVITA A QUEIMA DE MUSCULATURA: além do benefício acima, um treino mais curto evita a perda da massa muscular. Em casos de treinos mais leves e mais longos, essa perda é inevitável, podendo causar maior flacidez pela falta do músculo.

 

– ACELERAÇÃO DO METABOLISMO: como disse acima, além de preservar massa e perder mais gordura, o HIIT aumenta o metabolismo. Quando fazemos um treino intenso como esse, nosso corpo produz uma quantidade maior do hormônio do crescimento, sendo ele responsável por ajudar a queimar mais calorias e retardar o envelhecimento, dentre outros benefícios.

 

– NÃO USA EQUIPAMENTOS: esse treino pode ser feito correndo, pedalando, pulando corda, entre outros. Portanto, em qualquer lugar, a qualquer momento.

 

– CORAÇÃO MAIS FORTE: por não estarem acostumadas a elevar tanto os batimentos cardíacos em atividade, as pessoas tendem a ter maiores benefícios cardíacos, colocando o coração no limite e deixando-o mais forte!

 

Já está mais do que comprovada a eficiência do HIIT. NÃO deve ser o único treino realizado e ele é mais indicado esporadicamente, dando um “susto” no corpo. O acompanhamento profissional e uma mescla de rotinas de treino resultarão em melhores resultados!

 

Se você tiver alguma dúvida, mande suas perguntas nos comentários que o Rapha responde! 

 

O conteúdo deste post é de inteira responsabilidade do autor. – escrito por Rapha Fiorentino.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *